Buscar
  • clinicaalencar

Radiografia Panorâmica

Atualizado: 23 de mai.

A ortopantomografia, também designada de radiografia panorâmica, é um exame radiológico que serve como meio auxiliar de diagnóstico, no qual se obtêm imagens do maxilar superior e inferior, tornando possível visualizar ambas as arcadas dentárias (os dentes todos), e algumas estruturas anatómicas adjacentes, como os seios maxilares e as articulações entre a mandíbula e o crânio (ATM).


O aparelho de raio x panorâmico (ortopantomógrafo) usa uma pequena dose de radiação ionizante para capturar imagens radiográficas da boca completa apenas numa única imagem. As radiografias panorâmicas são frequentemente requisitadas por dentistas e cirurgiões orais, especializados em cirurgia maxilofacial, na sua prática quotidiana para diagnóstico e tratamento de diversas patologias, como veremos adiante com mais detalhe.

Este tipo de radiografia pode ser efetuada tanto no adulto como na criança (radiografia panorâmica infantil).


Indicações do exame

A radiografia panorâmica é um exame frequentemente requisitado por dentistas na sua prática quotidiana, constituindo uma ferramenta auxiliar de diagnóstico muito importante. Este tipo de exame cobre uma área significativamente superior à obtida através de um raio-x intraoral convencional, facultando informações importantes sobre o posicionamento dos dentes nas arcadas dentárias, patologias ou anomalias ósseas e relação dos seios maxilares, entre várias outras.

Após solicitação de um raio-x panorâmico, o dentista poderá detetar a possível existência de vários problemas. Este exame é também indicado para avaliar a possibilidade de tratamento e da sua eficácia, bem como no planeamento de determinadas cirurgias.

Entre outras, a ortopantomografia é indicada para avaliação e diagnóstico nos seguintes casos:


⦁ Deteção de cáries e/ou fraturas dentárias;

⦁ Avaliação de doença periodontal;

⦁ Pesquisa de reabsorções ósseas, cistos ou quistos nos ossos dos maxilares;

⦁ Tumores nos maxilares, que podem ou não estar associados a cancer oral;

⦁ lesões periapicais / tratamentos endodônticos;

⦁ Avaliação no tratamento ortodôntico;

⦁ Avaliação da esfoliação dos dentes decíduos e erupção dos dentes definitivos;

⦁ Auxílio no planeamento para reabilitação oral com implantes dentários;

⦁ Deteção de dentes inclusos ou impactados, incluindo os dentes do siso;

⦁ Avaliação da articulação temporomandibular (ATM);

⦁ Na odontologia preventiva ao nível da odontopediatria (crianças);

⦁ Etc.






1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo